Brasil, 
01 de outubro de 2016
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

A A
Árvores na calçada.

Saiba qual espécie é indicada para o seu tipo de calçada. 21/01/2009.

          Para plantar uma árvore na calçada, deve-se, primeiramente, procurar a Secretaria do Meio Ambiente da cidade. Em algumas cidades essa é uma tarefa exclusiva desse órgão, que tem um plano anual de plantio, embora também atenda pedidos isolados, enviando um técnico ao local para determinar o tipo de árvore mais adequado.
          É preciso tomar cuidado ao quebrar a calçada para não danificar os encanamentos da rua. E, no futuro, a árvore não poderá crescer a ponto de interferir nas fiações elétricas.
          As árvores mais indicadas são as de pequeno porte, que sobrevivem num ambiente adverso e tem boa adaptação a diversos climas. É bom que a espécie escolhida não tenha folhas pequenas nem muito lisas e flores sumosas, para evitar que os pedestres escorreguem. As árvores também não devem apresentar princípios tóxicos, espinhos ou raízes superficiais que danifiquem calçadas, construções ou tubulações subterrâneas. É preciso evitar árvores que necessitam de poda constante, tenham caule mole ou sejam suscetíveis ao ataque de cupins e brocas.
          Portanto, a escolha da espécie a ser plantada na frente da residência é o aspecto mais importante a ser considerado. Para isso é extremamente importante que seja considerado o espaço disponível que se tem defronte à residência, considerando a presença ou ausência de fiação aérea e de outros equipamentos urbanos, largura da calçada e recúo predial. Dependendo desse espaço, a escolha ficará vinculada ao conhecimento do porte da espécie a ser utilizada.
          Para facilitar, as árvores usadas na arborização de ruas e avenidas são classificadas em pequeno, médio e grande porte. A seguir seguem as definições de cada um dos portes, com indicação de nomes de algumas espécies mais comuns.

                                                       Como escolher a espécie adequada:

          Na hora de escolher a espécie de árvore que será plantada, pense primeiro que a espécie deve ter o porte adequado para o local, só depois leve em conta fatores como floração, tipo de folhagem ou de tronco, etc. Uma árvore de grande porte numa calçada, por exemplo, é um verdadeiro desastre. As espécies utilizadas na arborização de ruas, por exemplo, devem ser muito bem selecionadas, pois ficarão sujeitas à condições adversas. Em seu habitat natural, fatores como porte, tipo e diâmetro da copa, hábito de crescimento das raízes e altura da primeira bifurcação se comportam de forma diferente do que ocorre na cidade. Outro fator a se considerar é a condição de adaptação, sobrevivência e desenvolvimento no local escolhido para plantio.
          Nas calçadas, a atenção deve ser redobrada! A copa da árvore deve ter formato, dimensão e engalhamento adequados. A dimensão da copa deve ser compatível com o espaço disponível, permitindo o livre trânsito de veículos e pedestres, evitando danos às fiações, fachadas e bloqueio da sinalização e iluminação. Além disso, o ideal é dar preferência a espécies que não dêem flores ou frutos muito grandes, para evitar acidentes com pedestres.

ÁRVORES DE PEQUENO PORTE 
          São aquelas cuja altura na fase adulta atinge entre 04 e 05 metros e o raio de copa fica em torno de 02 a 03 metros. São espécies apropriadas para calçadas estreitas (< 2,5m), presença de fiação aérea e ausência de recuo predial.
- Murta, Falsa-murta, Murta de cheiro Murraya exótica
- Ipê-de-jardim Stenolobium stans
- Flamboyantzinho, Flamboyant-mirim Caesalpinia pulcherrima
- Manacá-de-jardim Brunfelsia uniflora
- Hibisco Hibiscus rosa-sinensis
- Resedá anão, Extremosa, Julieta Lagerstroemia indica
- Grevílea anã Grevillea forsterii
- Cássia-macrantera, manduirana Senna macranthera
- Rabo-de-cotia Stifftia crysantha
- Urucum Bixa orelana
- Espirradeira, Oleandro Nerium oleander
- Calistemon, Bucha-de-garrafa Callistemon citrinum
- Algodão-da-praia Hibiscus pernambucencis
- Chapéu-de-Napoleão Thevetia peruviana

ÁRVORES DE MÉDIO PORTE 
          São aquelas cuja altura na fase adulta atinge de 05 a 08 metros e o raio de copa varia em torno de 04 a 05 metros. São apropriadas para calçadas largas (> 2,5m), ausência de fiação aérea e presença de recuo predial.
- Aroeira-salsa, Falso-chorão Schinus molle
- Quaresmeira Tibouchina granulosa
- Ipê-amarelo-do-cerrado Tabebuia SP
- Pata-de-vaca, unha-de-vaca Bauhinia SP
- Astrapéia Dombeya wallichii
- Cássia imperial, cacho-de-ouro Cassia ferruginea
- Resedá-gigante, Escumilha african Lagerstroemia speciosa
- Magnólia amarela Michaelia champaca
- Eritrina, Suinã, Mulungu Erytrina verna
- Ligustro, Alfeneiro-do-Japão Ligustrum lucidum
- Sabão-de-soldado Sapindus saponaria
- Canelinha Nectandra megapotamica

ÁRVORES DE GRANDE PORTE 
          São aquelas cuja altura na fase adulta ultrapassa 08 metros de altura e o raio de copa é superior a 05 metros. Estas espécies não são apropriadas para plantio em calçadas. Deverão ser utilizadas prioritariamente em praças, parques e quintais grandes.
- Sibipiruna Caesalpinia peltophoroides
- Jambolão Eugenia jambolona
- Monguba, Castanheira Pachira aquática
- Pau-ferro Caesalpinia férrea
- Sete-copas, Amendoeira Terminalia catappa
- Oiti Licania tomentosa
- Flamboyant Delonix regia
- Alecrim-de-Campinas Holocalix glaziovii
- Ipê-roxo Tabebuia avellanedae
- Ipê-amarelo Tabebuia chrysotrica
- Ipê-branco Tabebuia roseo-alba
- Cássia-grande, Cássia-rósea Senna grandis
- Cássia-de-Java Senna javanica
- Jacarandá-mimoso Jacaranda mimosaefolia
- Figueiras em geral Ficus sp

Palmeiras: em geral também não são apropriadas para uso em calçadas, seja pelo porte, na maioria das vezes grande, e também pela dificuldade de manejo. No entanto, podem ser utilizadas nos canteiros centrais de avenidas e nas rotatórias, bem como nas áreas livres públicas.
 

          Em casos de dúvidas, ou queira escolher outra espécie não listada acima, não deixe de procurar saber sobre as caracterísitcas da árvore. Evite problemas futuros!

Newsletter
Digite seu e-mail:

Lançamentos
Prata
Pulseira Peruana Grossa:
R$410,00
Prata
Berloque Gastronomia Batedeira:
R$65,00
Corpo & Banho
Sabonete Pitanga da Mata Atlântica:
R$17,00